De Pai para Filho

Imagem

(Aos meus filhos Vinicius e Caio, aqueles que fazem de mim um homem incrivelmente melhor)

Filho,

Eu estou escrevendo aqui, pois as minhas palavras, sentimentos e pensamentos fluem mais rápido na pena que na fala. Sei que preciso evoluir bastante para me expressar na fala, mas aqui sempre foi o meu melhor cenário. As palavras escritas, por alguma razão, me permitem fluir muito melhor e concatenar as emoções de maneira mais nítida.

Eu queria te falar um pouco sobre a vida, e te ajudar a enfrentar um pouco tudo isso. O seu nascimento foi, digamos assim, um momento único em minha vida. Existe uma máxima que sempre fala do amor de mãe, e pouco se fala do amor do pai. Evidentemente, não tenho condições de avaliar o amor de sua mãe, mas tenho como avaliar o meu. O seu nascimento foi como o de uma planta. A semente certa plantada no terreno fértil, regada por água e luz, culminou no nascimento de uma nova flor. Não sou a semente, não sou a terra, nem a água nem a luz. Mas eu e sua mãe  contribuímos  um pouco para a formação que te trouxe ao mundo.

No se nascimento, me tornei mais que um. Quando eu era criança, eu não tinha memórias. Na adolescência, lembrava de minhas histórias de criança. Quando adulto, me lembrava de minhas histórias da infância e adolescência. Mas depois do seu nascimento, somente tenho memórias de você. Você completa o meu ciclo, e me mostra que eu deixei uma marca no mundo.

Sim, acredito que devamos sempre deixar marcas no mundo. E a melhor marca sempre é a vida, e por isso sua existência me faz mais do que eu era antes. Sabe, nós homens temos esse problema, corremos o risco de passarmos a vida toda sem deixarmos nossa marca. Você me permitiu deixar a minha.

Olhando assim, parece meio egoísta a minha relação de sentimentos sobre você, mas não me entenda mal. Você me é uma nova chance de viver. Com você, tenho a possibilidade de não cometer os mesmo erros que eu cometi no passado, e vê-lo vencer algumas batalhas que eu não  venci, me faz orgulhoso.

Nada, na minha opinião, poderia descrever melhor o meu amor do que isso: você é uma parte nova de mim que me torna maior que a minha unidade. Você sou eu maior e melhorado. Olhando assim, por fora, pode lhe parecer que não somos parecidos, mas saiba, somos parte da mesma alma. Somos tão parecidos, que amamos intensa e loucamente a mesma mulher. Devo te dizer que, em verdade, ela tem por você um laço muito forte do que a mim, mas perder a atenção dela para você, como somos somente um, é também manter a atenção para mim, e isso me basta. E me basta não  por me sobrarem migalhas, mas me basta por ser o melhor de todos os néctares do mundo. Você, ela, tudo isso é meu único mundo, a minha família.

Como bom pai, e para manter as tradições, gostaria de te dar alguns conselhos. Primeiro, experimente três sabores fenomenais: beijo na boca, manga e sorvete de limão. Tenha certeza de que esses três sabores serão os mais intensos que sua alma gravará, e sempre os sentirá em sua boca, nas mais diversas situações. Eles definirão os seus humores e lhe trarão, sempre, muita felicidade.

Viaje bastante, conheça o mundo. Viajar te mostra que o mundo é muito maior que a história que nos cerca. Nele, você verá aos poucos que existem milhões, bilhões de microcosmos que, a seu modo, expressam a vida cotidiana de cada um. Fazendo isso, um dia você verá que a história que você  aprende na escola é apenas uma simplificação da verdadeira história, que ocorre todo dia nas ruas.

Conheça a Deus. Sim, dedique-se um pouco a Deus. Não se perca naquele Deus malvado que usa sua onipresença para te submeter as suas vontades, aquele Deus punitivo e ritualístico. Busque  dentro de você aquele Deus que te aceita exatamente como você é e que prega a paz e o amor acima de todas as coisas. Chame sempre esse Deus para sentar junto a você, descalço, sob a mangueira, para apreciar o fruto. Ou então, em uma sorveteria, e sinta o doce mel do beijo dEle em você, te abençoando. Tenha certeza de que essa benção fará de você um homem mais feliz, pleno.

Sei que muitas vezes eu sou duro. Sei que às vezes minhas palavras são rudes, e que pareço distante. Difícil de assumir, mas às vezes estou longe mesmo. Sinto em meus ombros (sei que estou errado) o peso todo do mundo. Ser adulto nos faz ter na mente essa coisa chata chamada responsabilidade que nos tira do eixo para manter-nos lá. Te peço perdão por isso, e te prometo que tentarei mudar. Mas nunca se esqueça desse amor imenso que carrego em mim por você, e do quanto você é importante para me fazer sentir pleno.

Mais uma coisa, meu filho. Eu me sentiria muito feliz se um dia você lesse para seus filhos essa minha carta para você. Talvez hoje, e por muito tempo, você dirá que essas palavras são antigas e que o mundo mudou. Saiba, meu filho, que mundo não  muda. O que muda é o que cerca o mundo. O mundo sempre será um mosaico caótico de emoções, e o homem será sempre uma mina cheia de pedras preciosas que utilizamos para calçar o caminho que trilhamos.

Enfim, não quero me delongar. Aproveite a vida, ande descalço e se orgulhe de seu sorriso. Espere seus cabelos brancos para finalmente comprar um guarda chuvas.

Te amo.

Papai.

Anúncios

14 comentários sobre “De Pai para Filho

  1. Homero,suas palavras não me surpreende,eu sempre soube que havia essa pessoa dentro de vc,,parabéns meu filho,por deixar vir a tona,esse Homero,tão lindo,de deixar que esse amor imenso transborde,parabens!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s